De bem com a vida. Marido da Camila e pai do João. Um cara fanático pelo Green Bay Packers. O resto é perfumaria.

Que beleza!

São apenas 04:19 da matina. Eu estava prestes a dormir quando me surgiu essa necessidade de documentar minha expectativa para o jogo de logo mais. Sim, eu passei da conta! Sim, eu estou tomando uma dose do melhor conhaque já feito para o povo brasileiro: Óbvio que estou falando do Dreher.

Mas vamos ao que interessa. Nosso time passando por uma crise desgraçada. Cada jogo que passa fica mais difícil ver uma luz no fim do túnel. E eis que aparece esse clássico pela frente. Não me entendam mal cabeças de queijo: Se tem um time que merece nosso respeito, apesar das brincadeiras (é claro que os “Bears continuam sendo uns inúteis”), essa franquia é o fucking Chicago Bears. “Da Bears”! Nove vezes campeão  da NFL. Baita de um rival. Coloca o Minnesota Vikings (nanico e vice histórico) e o Detroit Lions (terceira força da NFC Norte em termos de tradição) no bolso. Sem fazer força alguma.

Sendo objetivo, esse jogo vale principalmente a hegemonia de quase um século. Com a vitória no Lambeau esse ano, Green Bay passou seu maior e melhor rival no número de vitórias. Algo que não acontecia desde 1932. Atualmente a gente tem 95 vitórias, 94 derrotas e 6 empates. Para completar, o Chicago Bears por duas vezes teve uma vantagem de 24 vitórias sobre os Packers. Isso aconteceu em 1960 e 1992.

Por isso, amanhã quando o dia bater a porta, minha família e eu estaremos fardados de Packers. Seja o Brett Hundley under center, a porcaria do Dom Capers roncando nos camarotes comandando a defesa, a linha ofensiva com a vigésima terceira formação entrando em campo, Mike McCarthy com aquele plano de jogo do tempo do Ari Pistola, nós estaremos na frente da telinha torcendo. Muitas vezes sofrendo, evocando Bart Starr ou Brett Favre, mas nunca esquecendo o que realmente nos move como fã dos Packers: O Amor! A Idolatria! O Swing! E principalmente, a gratidão que temos pelo Green Bay Packers!

João, Camila e Guilherme! Amanhã vamos primeiramente focar no duelo secular. E só esse fato já nos anima. Não se trata de Jaguars X Titans. Panthers X Tampa. É encontro de peixe grande.

E você, que está aí chorando as pitangas, que a temporada está perdida, não aguenta mais sofrer, tá na hora de acordar para a vida. Sei que mais uma vez a galera vai detonar esse texto. Dizer que é mimimi. Paciência! É o preço que se paga por ser tão doente e fanático. Agora já são 04:51! Não consigo parar de pensar nesse jogo.

Incrivelmente fazem 7 anos que não chegamos ao Super Bowl. Mas felizmente, somos a torcida que mais cresce no Brasil.

Amanhã é dia de celebrar nosso orgulho de ser Packers. Vamos torcer até não poder mais.

Go Pack Go!