Faaaaaaaaaaaala nação cabeça de queijo!!! No último domingo nosso glorioso Green Bay Packers foi até a Geórgia para a inauguração da nova casa do s Falcons, o Mercedes-Benz Stadiun.

Como já sabíamos, seria um jogo muito difícil em que seria necessário uma maior evolução do time como um todo para a vitória ser possível. Nosso ataque teria que dar o “passo a frente” em relação ao jogo contra Seattle e pontuar mais, o front seven teria que manter o bom nível de performance e nossa secundária seria realmente testada contra o explosivo ataque do adversário.

(fonte: packers.com)

Assim sendo, nossa classe de calouros teria um papel mais efetivo do que na semana 1, pois teriam que continuar com o bom trabalho no time de especialistas; King e Jones seriam fundamentais na rotação da secundária, já que Matt Ryan é muito dinâmico na distribuição de seus passes e utiliza todos os recebedores que tem à disposição; e por fim, nossos RB’s calouros ajudariam Green Bay no controle do relógio e seriam importantes para que Ty Montigomery pudesse descansar ao longo do jogo.

Infelizmente a vitória não veio, pois as lesões e turnovers em momentos cruciais da partida minaram nossas chances. Mas será que os rookies conseguiram corresponder as expectativas criadas? Vamos à uma análise do desempenho  deles no jogo desta segunda semana da temporada:

Kevin King – Cornerback

Nossa primeira escolha de 2017 teve seu jogo mais sólido até agora, incluindo as partidas de pré-temporada, e dá mostras de estar caminhando a passos largos rumo a titularidade na posição de outside cornerback. King entrou na terceira campanha defensiva de Green Bay, rotacionando com D. Randall e Q. Rollins que não estavam bem na partida e já haviam sido “queimados” algumas vezes.

E que prova de fogo o camisa #20 teve que enfrentar! Em grande parte dos seus snaps na partida ele teve que marcar Julio Jones, discutivelmente o melhor wide receiver da liga, e se saiu muito bem, cedendo pouco espaço e sendo eficiente na marcação, além de desviar 2 passes que seriam recepções certas do jogador dos Falcons.

Como ponto negativo, King mostrou algumas falhas de leitura nas rotas dos recebedores, sendo que uma dessas falhas cedeu um firstdown para Mohamed Sanu. Ele terminou com 2 tackles solo, 1 assistido e os 2 passes desviados, também continuou com o papel importante no time de especialistas. Seu próximo grande teste será marcar A. J. Green, e um bom jogo de King será fundamental para superar a velocidade do recebedor dos Bengals.

Nota: B +

(fonte: packers.com)

Josh Jones – Safety

Jones começou atuando somente nos special teams, mas entrou ainda no primeiro tempo substituindo o lesionado K. Brice. Terminou a partida como o terceiro jogador de Green Bay em número de tackles com 3, atrás de Blake Martinez e Ha Ha Clinton-Dix, com 5 e 4 tackles, respectivamente.

Foi importante na contenção sobre o running back D. Freeman que estava jogando muito bem e sendo praticamente imparável, tanto correndo quanto recebendo passes. Josh Jones parou o camisa #24 dos Falcons por 2 vezes evitando o firstdown certo e mostrando a sua velocidade característica. Entretanto, precisa melhorar na marcação das rotas no meio do campo, pois ainda demonstra uma certa hesitação.

Nota: B –

Jamaal Willians – Running Back

Jamaal vem se consolidando como o primeiro reserva de Ty Montigomery e tendo um desempenho razoável desde a semana 1. No jogo contra os Falcons ele entrou em apenas alguns momentos, tendo poucas oportunidades para carregar a bola. Terminou com 3 tentativas para apenas 6 jardas.

Embora não tenha sido efetivo correndo, ele vem se destacando como recebedor (inclusive recebendo um passe para firstdown no segundo tempo) saindo do backfield e até alinhando como slot receiver em alguns snaps. Porém, Jamaal terá que melhorar seu jogo como running back se quiser ter mais chances no time e, talvez a partida contra os Bengals, time que tem problemas na linha defensiva, seja uma oportunidade para isso.

Nota: B –

Aaron Jones – Running Back

Não teve nenhum snap no time de ataque contra os Falcons e contribuiu apenas nos times especiais.

Nota: sem nota

Devante Mays – Running Back

Ficou inativo nesta segunda semana. A comissão técnica parece estar realizando um revezamento entre os running backs reservas, pois Aaron Jones não foi ativado contra o Seahawks e agora foi a vez de Mays… vamos ver o que acontece na próxima partida.

Nota: sem nota

Justin Vogel – Punter

Vogel teve 3 punts na partida, com uma média de 39,7 jardas por punt e deixando a bola no ar por pouco mais de 4 segundos. Um dos punts inclusive parou na linha de 9 jardas do campo de Atlanta, sendo o mais longo dele na noite (47 jardas no total).

Ele está mostrando evolução, sobretudo no que se refere a consistência de seus punts e a média de tempo que deixa a bola no ar, algo que era muito irregular durante a pré-temporada. Porém, Vogel precisa começar melhorar também na questão da distancia que seus punts alcançam, pois se não conseguir chutar para mais de 40, 45 jardas agora em Setembro, os jogos no Lambeau Field em Dezembro (onde teremos o frio e a neve como fatores que irão atrapalhar) serão difíceis para ele.

Nota: C

(fonte: packers.com)

 

*Injury Report

Montravius Adams e Vince Biegel ainda se recuperam de lesões sofridas na pré-temporada. Biegel deve voltar apenas após a semana 6; Adams já está treinando de forma limitada e deve estrear em breve.

 

Bom meus amigos cheeseheads, o próximo jogo será contra o Cincinnati Bengals no domingo. É teoricamente o “mais fácil” até agora no calendário, ainda mais se levarmos em conta o péssimo desempenho que eles tiveram até agora na temporada. Pensando nos nossos calouros, talvez esta seja a chance da comissão técnica colocá-los mais tempo em campo e fazer algumas experiências, ainda mais se estivermos com uma boa vantagem no último quarto, por exemplo.

Entretanto, manter a concentração será de vital importância, pois temos sempre que ter em mente o nosso principal objetivo: conseguir a seed 1 nos playoffs. Para isso, a vitória no Lambeau Field contra os Bengals é obrigação…vamos aguardar e torcer, GO Pack Go!!!