Fã recente do Green Bay Packers, cada vez mais apaixonado pelo esporte e por esse time verde e amarelo.

E a vitória veio! Muito bom ver novamente o Packers conseguindo uma vitória, ainda mais com um rival de divisão, que tinha o risco de cairmos ainda mais na divisão e ficar na última posição, mas com essa vitória, podemos respirar um pouco com a 3ª posição. Espero ver uma melhora na moral do time no próximo jogo.

Sobre o ataque: O ataque do Ravens em jardas totais é o terceiro pior da liga, com um total de 2579 jardas. No jogo aéreo, em jardas, o time de Baltimore tem o pior ataque da liga, com 1491 jardas, além disso tem as piores médias em jardas por tentativa (5,3) e jardas por jogo (166), tem um aproveitamento de 0 em passes para touchdown x interceptações (10 para cada), e é o único time que não alcançou as 1500 jardas entre todos os 32 times. Porém, no jogo terrestre a história é outra. No jogo corrido, o ataque do Ravens é o 10º melhor ataque em jardas, com 1088 jardas. Assim como Chicago, o Ravens é um time que tem sua força basicamente toda na corrida.

Os principais jogadores do ataque são o quarterback Joe Flacco, que após o Superbowl só conseguiu levar seu time aos playoffs no ano seguinte, em 2014. Em 2015 e 2016, o time do Ravens sofreu durante a temporada regular e não conseguiu chegar aos playoffs. Apesar de não ter tido uma boa temporada até o momento, Flacco ainda é uma das peças centrais do time no momento. Além dele, outros dois jogadores de destaque nessa temporada são os running backs Alex Collins e Javorius Allen. Collins tem até o momento 521 jardas e uma média de 5,6 jardas por tentativa, um número alto, e Allen tem 377 jardas, mas sua média de jardas por corrida é 3,6, um pouco baixo para um corredor.

Alex Collins correndo (foto: www.baltimoresun.com/sports/)

Sobre a defesa: A defesa de Baltimore é uma das mais fortes da liga nessa temporada. Em jardas totais cedidas, é a 5ª melhor defesa da liga, e cedeu até o momento 2795 jardas totais. Contra o jogo aéreo, em jardas cedidas, a defesa do Ravens é a 2ª melhor da liga, com 1662 jardas cedidas até esse jogo. Uma notícia não tão boa para Hundley, que ainda está tentando se encontrar aos poucos. Porém, contra o jogo corrido, a defesa do Ravens é a 6ª pior da liga, cedendo até o momento 1133 jardas.

Os principais jogadores da defesa do Ravens são Terrell Suggs (mesmo podendo estar em seus últimos anos na NFL) que tem 5,5 sacks e 2 fumbles forçados. Além dele, podemos citar Eric Weddle, outro veterano conhecido por ser um bom defensor, com 3 interceptações e um fumbles forçado. Podemos citar além deles, CJ Mosley (linebacker) e o cornerback Brandon Carr, que juntos com Weddle, são responsáveis pelo time do Ravens ser o time com mais interceptações, sendo duas para Mosley e 3 para Carr. Além disso, Mosley é o jogador com mais tackles totais no time, com 76 (empatado em 7º na liga, com nosso mito Blake Martinez), e tem ainda 1 sack e 1 fumble forçado na conta.

CJ Mosley (foto: www.baltimoresun.com/sports/)

Sobre o time de especialistas: Baltimore acertou 17 dos seus 20 field goals e a cada semana, diminui o número de times que acertaram todos os extra points, e o Ravens é um dos 11 times que ainda tem 100% nesse quesito, acertou todos os 17.

Baltimore é o 3º time em média de jardas por retorno kickoffs com 28 jardas por tentativa, e é um dos 3 times que teve um retorno para touchdown. Além disso, é o 2º time em média de jardas em retorno de punts, com 11,8 jardas por tentativa e tem também 1 touchdown de retorno.