Fã recente do Green Bay Packers, cada vez mais apaixonado pelo esporte e por esse time verde e amarelo.

Após uma derrota amarga, teremos uma pedrada a frente. Estou falando do Pittsburgh Steelers, um dos times mais fortes da NFL e que enfrentaremos esse ano. Acho uma boa oportunidade para testar algumas mudanças, pois já seria um jogo difícil com Rodgers no comando, e agora com o Hundley se tornou algo mais difícil ainda, então não acho prejudicial tentar outras coisas, pois mesmo que o objetivo seja vencer, a derrota não viria com maus olhos (dependendo de suas circunstâncias).

Sobre o ataque: O ataque do Steelers é o 14º na liga em jardas totais, com 3575 jardas. Em jardas aéreas é o 10º na liga, com 2551 jardas e nas jardas terrestres é o 20º time em jardas, com 1024, e empatado justamente com o Packers. Porém o Packers tem uma vantagem, a média por tentativa e o número de touchdowns (4,3 contra 3,6 e 9 contra 5 respectivamente).

Os principais jogadores do ataque de Pittsburgh são bem fáceis de dizer, os famosos 3B (Ben, Brown e Bell). O primeiro deles é o quarterback Ben Roethlisberger, o Big Ben. Campeão duas vezes do Superbowl e escolhido 5 vezes para o pro-bowl, Big Ben tem até o momento 2597 jardas, 16 touchdowns e 10 interceptações. O segundo jogador a ser citado é o wide receiver Antonio Brown, que até o momento é o líder da liga em jardas, com 1026 jardas recebidas e 6 touchdowns. Por último temos o running back Le’Veon Bell, que também é o líder da liga, em jardas corridas, com 886 jardas e 5 touchdowns.

Big Ben (foto: www.si.com/nfl)

Sobre a defesa: Em jardas totais cedidas, a defesa do Steelers é a 4ª melhor da liga, com 2876 jardas, fazendo-os ser um dos 4 times que cederam menos de 3000 jardas até o momento. Em jardas aéreas, é o 3º time que menos cedeu jardas, com 1900 até o momento, e em jardas terrestres, é o 8º time que menos cedeu jardas, com 976 jardas cedidas até o momento.

Além dos ótimos números em jardas cedidas na defesa, Pittsburgh também é o 2º time com mais sacks na liga, com 34 e empatado em 5º em interceptações, com 12. O único número “ruim” é o de fumbles forçados, que são 7, fazendo o Steelers estar empatado como o 5º pior da liga. Ainda assim, é uma defesa extremamente forte.

Uma defesa que tem peças importantes como James Harrison e Joe Haden, que apesar de serem bons jogadores, não são os únicos nomes na lista. Podemos citar também o linebacker Ryan Shazier, que é o líder do time em tackles com 79, em interceptações, com 3 e em fumbles forçados com 2; o linebacker Vince Williams, que tem 54 tackles e 6 sacks e o defensive end Cameron Heyward, o líder do time em sacks com 7 e 1 fumble forçado. Além desses jogadores, podemos citar também a escolha de 1ª rodada do draft, o jogador TJ Watt, irmão do famoso JJ Watt, que vem tendo uma boa temporada de calouro, sendo cogitado como o defensive rookie of the year (melhor calouro jogando na defesa).

T.J Watt (foto: www.buckys5thquarter.com)

Sobre o time de especialistas: O Steelers é o 9º time da liga em porcentagem de acertos em field goals com 88,9%. O lado bom disso é que eles erraram dois chutes entre 30 e 39 jardas, e um entre 40 e 49 jardas, que são chutes que o kicker costuma acertar com uma certa facilidade. A média de jardas por punt não é boa, 43,9 jardas por tentativa, a 6ª pior da liga.

Além disso, em retorno de kickoffs e punts, Pittsburgh é um dos piores times da liga, com 214 e 98 jardas respectivamente. Tendo assim a pior média por tentativa em retorno de kickoffs, com 16,5 e a 9ª em punts com 6,1 e sendo 16 jardas o maior retorno (2ª pior marca da liga).