Fã recente do Green Bay Packers, cada vez mais apaixonado pelo esporte e por esse time verde e amarelo.

E finalmente a temporada regular está de volta, e com ela, a volta de Green Bay aos gramados. Podemos começar a torcer e sonhar com a temporada, comemorar com as vitórias que virão, e tudo começa com essa partida na semana 1.

Sobre o ataque: Por ser o começo de temporada, farei análises mais curtas sobre cada setor, vamos lá.

O ataque do Seahawks tem peças boas, e mesmo que nos últimos encontros de temporada regular conseguimos segurá-los, temos que tomar sempre cuidado. Russell Wilson pode ser uma ameaça tanto com seus passes, quanto com suas pernas. É um quarterback extremamente móvel.

Russell Wilson (foto: grantland.com)

O corpo de recebedores conta com bons recebedores, como os wide receivers Doug Baldwin e Tyler Lockett (questionável), além do tight end Jimmy Graham. Não sei se chegaremos a ver jogadas do novato Amarah Darboh, escolha de terceira rodada, que é um grande alvo para Wilson, com aproximadamente 1,89 metros de altura.

Sobre o corpo de running backs, eles contam com 6 jogadores no roster. Isso pode dar a eles um leque de jogadores para diferentes situações e esquemas. Apesar dos nomes conhecidos de C.J. Prosise e Thomas Rawls (questionável), o jogador que estamos mais interessados (ou para alguns não) em ver jogar é o ex-jogador do Packers, Eddie Lacy. Particularmente, quero saber como a torcida vai reagir e como o jogador irá jogar contra o ex-time. Para a nossa sorte, a linha ofensiva não tem sido boa nos últimos anos, e a adição de Pocic talvez não supra as necessidades, ainda mais se não colocarem o jogador como titular.

Eddie Lacy (foto: www.sbnation.com)

Sobre a defesa: A defesa de Seattle vem sendo uma defesa top 10 nos últimos anos e apesar do ataque não ser fraco, a grande força do time vem deste setor.

A secundária já foi conhecida como Legion of Boom por sua força no ano de 2011 e nos anos seguintes, até hoje tirando o sono dos adversários. Seus principais jogadores são os safetys Kam Chancellor e Earl Thomas, e o cornerback Richard Sherman (questionável). Porém nos últimos meses, Sherman tem se envolvido em um boato sobre uma possível troca, pois estava tendo problemas de relacionamento com seus companheiros de time durante os treinamentos, e sabemos como Sherman é “confiante” sobre si mesmo. Além disso, a secundária do Seahawks se reforçou no draft com 3 cornerbacks, 2 na 3ª rodada e um na 4ª.

Richard Sherman (foto: www.seahawks.com)

A linha defensiva e o grupo de linebackers também conta com ótimos jogadores, como Bobby Wagner e Michael Bennett, irmão do nosso novo tight end Martellus Bennett. Nossa linha ofensiva terá que segurá-los para Rodgers encontrar seus alvos com mais facilidade. Além disso, nosso jogo corrido será de grande importância nos jogos, e ele precisa se estabelecer o quanto antes nos jogos, então teremos que nos preocupar com o front seven deles.

Sobre o time de especialistas: Não há muito para se falar nesse começo de temporada, então vou falar sobre o jogador que considero ser o mais importante. Então falarei sobre o kicker, Blair Walsh, que em sua temporada de estreia, teve excelentes números, mas nos outros anos nem tanto. Nos causou problemas algumas vezes jogando pelo Vikings, e agora, pode ter um bom jogo, torcemos para que não. Curiosamente, perdeu um field goal que eliminou Minnesota dos playoffs justamente contra Seattle.