Fã recente do Green Bay Packers, cada vez mais apaixonado pelo esporte e por esse time verde e amarelo.

Apesar da derrota da semana passada e os erros de chamada, o Packers mostrou que ainda pode jogar bem mesmo contra oponentes fortes. Se os jogadores estiverem motivados e o gameplan for montado da maneira certa, ainda temos força para buscar os playoffs, independente das chances.

Sobre o ataque: Em jardas totais, o ataque de Tampa Bay é o 15º da liga, com 3801 jardas. Em jardas aéreas é o 4º time com mais jardas, com um total de 2909. Já em jardas terrestres é o 5º pior time da liga, com 892, e é um dos 5 times que não passaram das 100 jardas até a semana 13. Isso ajuda a defesa, pois poderá ter um foco maior no ataque aéreo.

Os principais jogadores do ataque são o quarterback Jameis Winston, os wide receivers DeSean Jackson e Mike Evans e o running back Doug Martin. Winston tem 1920 jardas de passe, 10 touchdowns e 6 interceptações. Evans tem 702 jardas recebidas e 4 touchdowns e DeSean tem 592 jardas e 3 touchdowns. Martin tem 376 jardas terrestres e 2 touchdowns. Acredito que os números mais baixos de Doug Martin seja porque ele está lesionado, então deve estar há alguns jogos sem jogar. Tanto DeSean Jackson quanto Jameis Winston estão questionáveis para a partida. Além desses jogadores, o tight end escolha de 1ª rodada O. J. Howard pode ser um jogador interessante a se observar.

Mike Evans (foto: theinsidezone.com/category/nfl)

Sobre a defesa: Em jardas totais cedidas, a defesa do Buccaneers é a pior da liga, e cedeu até essa semana 4351 jardas. Em jardas aéreas cedidas, a defesa de Tampa também é a pior da liga, e cedeu 3131 jardas, enquanto a defesa contra o jogo corrido é melhor, a 14ª da liga, e cedeu 1220 jardas. Isso é um pouco ruim para o Packers, pois com o Hundley no comando, o foco do ataque se volta um pouco mais para o jogo corrido e play action, mas ainda podemos conseguir boas corridas nessa defesa.

Os principais jogadores da defesa são os linebackers David Lavonte e Kwon Alexander e o defensive tackle Gerald McCoy. Lavonte é o líder do time em tackles com 64 e líder em fumbles forçados, com 4. Kwon Alexander tem 1 fumble forçado e 2 interceptações, que está na m´dia de sua carreira, mas em tackles ele está bem abaixo do comum, com apenas 47 até o momento. McCoy é o líder do time em sacks com 5. Outro jogador que vale mencionar é o cornerback Ryan Smith que tem 3 fumbles forçados.

Kwon Alexander (foto: bucswire.usatoday.com)

O Buccaneers é o time com menos sacks, com 15; o 3º time com mais fumbles forçados, com 16, sendo 11 deles recuperados e está empatado em 9º com o Packers em interceptações, com 9.

Sobre o time de especialistas: Tampa Bay é o 4º time com a pior porcentagem de acertos em field goals, com 72%, acertando 18 dos 25 field goals tentados. Em porcentagem de acertos em extra points é o 6º pior da liga, com 89,5%, mas foram apenas 2 erros em 19 tentativas, então a porcentagem baixa de acertos é pela baixa quantidade de tentativas.

Em retornos de kickoffs, o Buccaneers é o 2º time com menos jardas, com 241, mas também é o segundo com menos retornos, com 11 apenas. Curiosamente, Tampa Bay tem 15 retornos de punt e tem 150 jardas, dando exatamente uma média de 10 jardas por tentativa. Inclusive, é um dos 5 times que tem 10 ou mais jardas de média. Outra curiosidade, é o time que menos pediu fair catches, com 7 no total.