Uma apaixonado pelo Green Bay Packers e um devoto de Brett Favre, Ahman Green, Jordy Nelson e Aaron Rodgers.

Alô alô nação Cabeça de Queijo!!! Lamentavelmente estamos fora da temporada, mas é vida que segue. Com mais uma vitória, dessa vez sobre o Cincinnati Bengals por 34×7 o Minnesota Vikings garantiu vaga nos playoffs ao conquistar a divisão e agora pensa em manter a boa campanha e torcer por tropeços do Philadelphia Eagles para ficar na primeira posição da Conferência Nacional e assim decidir todas as partidas em casa.

Já os outros dois rivais se duelaram no último sábado com o Detroit Lions impondo mais uma derrota ao Bears por 20×10. Com isso a briga por uma vaga nos playoffs via Wildcard continua muito viva. Para isso, o Detroit terá que vencer os dois próximos jogos e torcer por tropeços de Atlanta Falcons que encara dois rivais de divisão, na próxima rodada o New Orleans Saints fora de casa e depois recebe o Carolina Panthers dentro de casa.

E a classificação ficou assim:

NFC North

1° Minnesota Vikings 11-3

2° Detroit Lions 8-6

3° Green Bay Packers 7-7

4° Chicago Bears 4-10

Chicago Bears e Detroit Lions

Para não ser tão repetitivo vamos falar de Bears e Lions em uma única análise. Os dois se encaram no sábado passado, e o Detroit Lions conseguiu mais uma vez levar a melhor, conquistando uma vitória importante que os mantém vivos para sonhar ainda com uma vaga nos playoffs.

Falando do jogo em si, Matthew Stafford teve mais uma boa atuação tendo 237 jardas passadas e tendo dois passes para touchdown anotados. Apesar de ter passado das 200 jardas, o corpo de recebedores do Lions não teve tanto ganho de jardas no jogo. Marvin Jones foi o que teve melhor atuação, passando das 80 jardas. Os demais passaram de 30 jardas ou fizeram menos do que isso. No jogo terrestre, as coisas não foram muito diferente. Theo Riddick e Tion Green só chegaram há um pouco mais de 80 jardas.

Entretanto, se o ataque não foi tão bem assim à defesa teve um desempenho melhor. Ao todo foram dois sacks e três interceptações, sendo que duas foram feitas pelo cornerback Darius Slay, com direito da segunda interceptação a decretar a vitória em definitivo do Lions. Agora o próximo desafio é contra o Cincinnati Bengals fora de casa, a partir das 16h.

Já o Chicago Bears mais uma vez teve uma atuação pífia e mais uma vez a derrota venho na temporada. Mitchell Trubisky passou das 300 jardas, passou para um touchdown, porém lançou para três interceptações. O jogo terrestre mais uma vez deixou o quarterback do Bears na mão. Jordan Howard se quer atingiu 40 jardas terrestres.

Por outro lado o setor aéreo foi minimamente descente. Kendall Wright e Josh Bellamy, ambos completaram para mais de 150 jardas, porém não marcaram touchdown. A linha ofensiva foi outro problema, uma vez que a pressão sobre Trubisky era constante, o que possibilitou as três interceptações do quarterback do Bears e fora que teve dois sacks e outras jogadas que quase possibilitaram mais interceptações.

Na defesa, podemos dizer que o desempenho foi um pouco melhor. Ao todo foram quatro sacks em Stafford e uma interceptação sendo que dois sacks foram do linerbacker Lamarr Houston. O próximo jogo do Chicago Bears é contra o pior time da NFL e que ainda não conquistou se quer uma vitória na atual temporada, o Cleveland Browns. O jogo tem seu ponta pé inicial às 16 no Soldier Field, em Chicago

Minnesota Vikings

O Minnesota Vikings vem tendo uma ótima temporada e não é por acaso que deixou seus rivais de divisão comendo poeira e conquistou a NFC North após mais uma vitória convincente na atual temporada ao derrotar o Cincinnati Bengals por incríveis 34×7. Agora o time pensa em ganhar os dois próximos jogos, contra o Packers e Bears e ainda contar com a sorte com possíveis derrotas do Philadelphia Eagles para ficar com a 1ª colocação na classificação geral da Conferência Nacional.

Entrando na partida, o Vikings mais uma vez demonstrou um equilíbrio entre os setores. O ataque mais uma vez pontou muito e com boa atuação dos jogadores. Case Keenum mais uma vez passou das 230 jardas, com dois passes completados para touchdown. O jogo aéreo e terrestre foram mais uma vez o diferencial da equipe. Tanto que os dois running backs da equipe que foram os que tiveram as melhores estatísticas. Latavius Murray passou das 70 jardas terrestres e marcou um TD. Já Jerick McKinnon passou das 100 jardas aéreas e só faltou um touchdown para coroar a boa atuação.

Além deles podemos destacar um retorno de um jogador importante no Vikings, o nome dele Teddy Bridgwater. Depois de uma longa recuperação para curar a lesão no joelho, o qb do Vikings voltou a atuar e ter um snap na NFL. Apesar de ter sido interceptado, o retorno de Bridgewater é de extrema relevância principalmente pelo lado humano e as dificuldades que teve que passar, podendo até ter encerrado sua carreira na NFL.

E por fim, vamos falar da defesa. O tal equilíbrio do Vikings se complementa com uma forte defesa. Nesse jogo contra o Bengals, a equipe de Mike Zimmer conseguiu fazer três sacks e duas interceptações. Dois sacks foram promovidos pelo defensive end Brian Robison. E nesse sábado à noite o Vikings encara nós, o Packers, a partir das 23h30 no Lambeau Field com transmissão da ESPN.